terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Carmen Monarcha, brasileira nascida em Belém do Pará canta Ave Maria, de Bach.

Por três anos (2002-2005) foi solista da Cia. Johann Strauss Orchestra, fazendo turnês por mais de 15 países na Europa, América do Norte e Ásia, gravou seis cds e seis dvds ao vivo, apresentando-se também em mais de dez concertos com transmissão televisiva ao vivo para toda a Europa. 

Apresentou-se para audiências de até 25.000 pessoas, em lugares memoráveis como o Walbühne em Berlim, International Fórum Hall em Tóquio, Bercy em Paris, Forest National em Bruxelas, Fox Theater em Saint Louis e Detroit, Skydom em Toronto/ e Bell Center em Montreal, e outros locais. 


video

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Papa critica cristãos corruptos que se aproveitam de seus privilégios


Francisco fez declaração durante homilia de missa no Vaticano.
Ele citou que laicos, sacerdotes e bispos estão nessa situação.

Da EFE
Papa Francisco denunciou nesta terça-feira (14) na homilia da missa que é celebrada todas as manhãs na Casa Santa Marta a "figura do cristão corrupto", ao falar de laicos, sacerdotes e bispos que se aproveitam da situação e seus privilégios.
O papa baseou sua homilia, divulgada pela Rádio Vaticano, em algumas figuras do cristianismo totalmente impugnáveis e para isso dedicou a leitura do dia sobre o sacerdote Eli e seus filhos.
O Papa Francisco dá bênção a bebê durante cerimônia de batismo neste domingo (12) na Capela Sistina, no Vaticano (Foto: L'Osservatore Romano/AP)O Papa Francisco dá bênção a bebê durante cerimônia de batismo neste domingo (12) na Capela Sistina, no Vaticano (Foto: L'Osservatore Romano/AP)
"O sacerdote Eli, um pobre sacerdote, débil, morno, que deixava fazer muitas coisas ruins aos seus filhos", explicou o papa argentino, que acrescentou como este desprezava também os fiéis.
"Quantas vezes o povo de Deus se sente não querido por aqueles que devem dar testemunho: pelos cristãos, pelos laicos cristãos, pelos sacerdotes, pelos bispos...", exclamou o papa.
"Iam atrás do poder, atrás do dinheiro. Exploravam o povo, se aproveitavam das esmolas, dos presentes", disse o papa.
Jorge Bergoglio passou depois a descrever o comportamento dos filhos de Eli que "eram sacerdotes, mas ladrões".
Para o pontífice, "esta é a figura do cristão corrupto, do laico corrupto, do sacerdote corrupto, do bispo corrupto, que se aproveita da situação, de seu privilégio da fé, de ser cristão".
"De um coração corrupto chega a traição como a de Judas que trai Jesus'', acrescentou.
No final de sua homilia, o papa pediu que os cristãos aprendam a "não ser legalistas puros, hipócritas, a não ser corruptos como os filhos de Eli".